segunda-feira, fevereiro 12

Liberal contradição ou talvez não

Diz Bekx no e-jetamos:

Dando por adquirido que a liberdade de um indivíduo acaba onde começa a dos outros (neste caso o outro é o feto), parece-me uma clara contradição ver um liberal apoiar o "sim".

Não, Bekas, contradição é um dito liberal apoiar o Não. Porque sendo discutível o verdadeiro estatuto do feto, e estando a consideração da superioridade da vida intra-uterina face à liberdade da mulher, sob disputa, iliberal é votar de forma a impor aos outros uma determinada concepção sobre o momento em que a vida intra-uterina adquire pleno direito, ou pelo menos um direito prevalecente sobre o direito da liberdade da mulher. Sobretudo quando essa imposição não assenta em fundamentos racionais e científicos, apenas em questões de dogma, afecto ou fé.

Ver um votante do Não a entitular-se liberal é que é para rir.

Etiquetas: ,

1 Comentários:

Blogger Bekx disse...

Caro amigo,

A existência de um feto não é discutível. A evidência que um feto é um ser humano também não. O que se pode discutir é se esse ser humano em formação já tem direitos. Eu considero que sim, que tem direitos desde o momento da concepção.

13:32  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial