sexta-feira, fevereiro 16

Promessas, promessas...

Diz Pedro Marques Lopes no 31 da Armada, sobre o desemprego:

«A frase era bastante clara, dizia, sem rodeios que, se fosse eleito, o Governo criaria 150.000 novos empregos.»

Engraçado como nós construimos as memórias. Não era uma frase, não era clara, e não dizia que "criaria 150.000 novos empregos". Era um cartaz, com a cara de Sócrates, dizia "150.000 novos empregos" e em baixo (ou em cima) dizia "objectivo", de forma a ler-se, "objectivo: 150.000 novos empregos". Que, em campanha, tal fosse entendido como uma promessa, ainda vá, e o próprio Sócrates sabê-lo-ia. Mas a frase não era assim tão "clara".

Eu sei que sou picuinhas, mas nestas coisas prefiro o rigor. Quanto ao resto do artigo, mais ou menos de acordo.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial