quarta-feira, julho 25

Pau que nasceu torto

Vital Moreira volta a brindar-nos com os seus mal disfarçados tiques autoritários. Ficamos agora a saber que sob a República, apenas se pode fazer o que a lei diz que se pode fazer. Tudo o mais, é proibido. Ver-go-nho-sa, a reacção. Vergonhosa e reveladora:

«A Ordem dos Médicos decidiu instituir um registo nacional dos objectores de consciência em matéria de aborto.(...)onde está a norma legal que o permite ou que dá à OM tal poder? Salvo erro, não existe! Ora as ordens profissionais são entidades públicas, sujeitas ao princípio da legalidade, só podendo fazer o que a lei lhes impõe ou consente. Por isso, era conveniente a OM não se precipitar numa iniciativa sem pés para andar.»

Etiquetas: ,

1 Comentários:

Blogger HR disse...

Já nem me dou ao trabalho de comentar as atoardas desse senhor professor...

18:18  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial