domingo, fevereiro 25

Lembrancinhas

«Ia eu muito bem montado no meu solípede, quando a certa altura do declive do terreno o quadrúpede espanta-se. Projecta-me na atmosfera e dou um tremendo baque no solo do qual saí fortemente contuso.»

Um amigo do meu avô a explicar-lhe porque se encontrava de perna partida na cama do hospital, há alguns anos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial